quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Desvende o código dos chassis

Monobloco é o tipo de chassi veicular europeu. Essa versão passou a ser mais freqüente no Brasil a partir de meados de 1979.
Até esta época, era comum temos andando os chassis do Volkswagen, Fusca, Variant, Brasília, entre outros.
Com a entrada da Fiat, ela trouxe o conceito do monobloco, que figura até hoje no país, fora é claro os pick-ups que permanecem tendo o chassi e a cabine separada.
O chassi paralelo é uma estrutura que serve de base que pode ser feita de alumínio ou aço. Esta estrutura embarca em seus perfis, agregados do tipo: Tanque, porta bateria, eixos, e componentes mecânicos.
Diversos veículos têm este tipo de chassi, a exemplo: Motos, pick-ups, caminhões, ônibus, etc.
Com grande efeito de praticidade e economia, foi adotado o sistema de embarcar estes agregados em um só corpo que se acoplam o motor, caixa de marcha, eixo, freios.
Geralmente também dar-se este nome de chassi ao numero de identificação do veículo (NIV) ou (Vehicle Identification Number) ou (VIN) composto por 17 caracteres alfanuméricos que identificam os veículos automotores em geral.
Tais informações identificam entre outras coisas: Local de fabricação, data, ano, mês, cor, modelo, etc.
A numeração completa do chassi é muito importante para as montadoras de veículos, porque por meio desse código às montadoras e os órgãos reguladores, como CONTRAN, têm as informações completas dos veículos, como: região geográfica, país de origem, fabricante, modelo, ano de fabricação, e a própria série do chassi.
Por definição do CONTRAN, Resolução 659/85, ficou regulamentada que o VIN (Número de Identificação do Veículo) deve ter 17 (dezessete) caracteres, divididos em:

VWI VDS VIS
9 B W Z Z Z 3 0 Z R T 0 0 0 2 2 2
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 á 17



WMI – WORLD MANUFACTURERS INDENTIFIER
Posição 1 a 3 – Identifica o Fabricante e o País de Origem

VDS – VEHICLE DESCRIPTOR SECTION
Posição 4 a 9 – Descreve o veículo

VIS – VEHICLE INDICATOR SECTION
Posição 10 a 17 – Identifica o veículo.
A Posição “10” indica o ano de fabricação do veículo.
Na WMI, são indicados o Continente, o País de origem e o fabricante. Algumas montadoras, na VDS, indicam o modelo, as características do motor, o tipo da carroceria, a quantidade de portas e o tipo de combustível, servindo de base para uma análise mais profunda de uma possível fraude de sucatas e documentos. Na VIS, são indicados o ano de fabricação do veículo e a série do chassi, que pode às vezes, ajudar a detectar alguma irregularidade. A partir de 1998, os veículos de modelo 99 passaram a sair com o décimo dígito do número do chassi indicando o ano de modelo e não o de fabricação.
Os fabricantes mantêm essas e outras informações relacionadas à fabricação dos veículos armazenadas em banco de dados. Qualquer necessidade de informação sobre um determinado veículo que foi posta em circulação ou não, basta utilizar o código do chassi como chave no sistema.
Por exemplo, se o fabricante identificar algum defeito nos veículos colocados no mercado ele convoca os consumidores a se apresentarem a uma revenda para efetuar um recall. A montadora divulga na imprensa o modelo, o ano e a numeração do chassi do veículo para que os consumidores possam identificá-lo e comparecer na revendedora. O objetivo básico é proteger e preservar a vida, saúde, integridade e segurança do consumidor. Supletivamente visa evitar prejuízos materiais e morais dos consumidores.
Observação;
Até 1988, um veículo era identificado somente através de sua numeração de Chassi e Plaqueta. A partir de Outubro de 1988, por força da nova Resolução do CONTRAN de número 691/88 (publicado do DOU em 13.09.88) os mesmos passaram a receber também, obrigatoriamente, gravações das últimas 08 posições do Chassi (VIS) nos vidros e através de afixação de etiquetas Autodestrutivas.
Três etiquetas autodestrutivas no salão interno, compartimento do motor e coluna da porta.
4 a 6 gravações nos vidros feitas através de processo químico a saber.
Vidros laterais (exceto quebra-vento)
Pára-brisas traseiros ou dianteiros (optativos)

2.6 ORIGENS DAS MONTADORAS
Cada montadora possui sua característica de gravação quanto ao espaçamento, profundidade, tamanho, etc. Entretanto elas são identificadas (sua origem) através da 1º posição do chassi:





1 Estados Unidos L Taiwan
2 Canadá S Inglaterra
3 México T Rússia
4 Estados Unidos U Uruguai
8 Argentina V França
9 Brasil W Alemanha
J Japão Y Suecia
K Coréia do Sul Z Itália